ÀNALISE DO AVANÇO DO DESMATAMENTO DA CIDADE DE ÚRUPA-RO, ENTRE OS ANO DE 2007 E 2010.

Regina Geralda Figueiredo, Stefáni Otto Luxinger

Resumo


A área de desmatamento acumulada entre o períodos de agosto de 2012 a janeiro de 2013, foi de aproximadamente 1305 quilômetros quadrados segundo o IMAZON (Instituto do homem e do meio ambiente da Amazônia), ocorrendo um aumento de 118% em relação ao período anterior (agosto de 2011 a janeiro de 2012). Sendo que em janeiro de 2013, grande parte do desmatamento ocorreu no mato grosso (63%), Amazonas (12%), Pará (9%) e Rondônia (7%). O aumento do desmatamento no estado de Rondônia se deu com a abertura da BR-364 combinado a escassez de madeira nas regiões sul e sudeste e a falta de legislação de proteção as florestas, culminaram para o desaparecimento de uma extensa área de florestas do estado. Atualmente a expansão da área de pastagem e produção de grãos se deu de forma acelerada, devido aos incentivos fiscais e a demanda do mercado, gerando graves problemas de degradação de áreas e fragmentação das florestas. Para a avaliação foram utilizadas imagens Landsat 5 TM para a classificação de áreas de florestas e não florestas. Os resultados da analise indicaram uma estabilidade da taxa de desmatamento no município entre os anos de 2007 e 2010, contundo indica que entre 1992, que foi o ano da criação da cidade até 2007, o índice de desmatamento foi elevado.


Texto completo:

PDF

Referências


SEDAM (Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental). Boletim Climatológico de Rondônia - Ano 2010. Porto Velho: COGEO - SEDAM, 2012.

RUIJNZEE, L A. Hydrology Moist Forest and the effects of conversion: a state of knowledge review, Free University, Amsterdam, 1990, 224p

FEARSIDE, Desmatamento e de desenvolvimento agrícola na Amazônia brasileira. In Eds. Amazônia: A fronteira agrícola 20 anos depois. Museu Paraense Emilio Goeldi, Belém, 1991, 210-212.

FEARSIDE. P.M. L.A. 2006. BR-319: Brazil’s Manaus-Porto Velho Highway and the potencial impacto of linking the arc of deforestation to central Amazonia. Environmental managment 38(5):705-706.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário

Direitos autorais 2018 Revista FAROCIENCIA

ISSN 2359-1846

Indexadores: