ECOVILAS: ANÁLISE DAS CARACTERÍSTICAS FUNDAMENTAIS

David Onezio Moraes, Ítalo Honorato de Souza Alves, João Vitor Martins de Oliveira, Natália Severino de Oliveira, Tallynne Gabryelle Nobre Reis, Paula Fernanda Pio Macêdo Benarrosh

Resumo


Este ensaio científico busca apresentar por meio de uma pesquisa filosófica bibliográfica uma análise das características fundamentais sobre o tema ecovilas nos seus diversos aspectos, tais como: sociais, econômico, organizacional, e por fim fazendo uma breve demonstração de como se constrói uma ecovila e assim demonstrar o fundamento principal das ecovilas no âmbito mais atual como, por exemplo, a questão eco sustentável. Realizou-se uma pesquisa bibliográfica sobre o tema onde se fez uma abordagem de pontos relevantes em uma contextualização histórica das ecovilas desde o princípio, quando começaram a ser concebidas e elaboradas, até nos dias atuais. Portanto, esse trabalho investigativo teve como conclusão que as ecovilas podem ser presumivelmente fortes promessas de alternativa aos assentamentos urbanos no nosso país na era pós-moderna.


Texto completo:

PDF

Referências


BANG, J. M. Ecovillages: Practical Guide to Sustainable Communities. Reino Unido: New Society Publishers, 2005.

BORELLI, F. C. Consumo responsável sob a perspectiva prático retórica: um estudo etnográfico em uma ecovila. Disponível em: . Acesso em 28 de mar. 2016.

BUENO, Marcelo. Ecovila: Guia de Planejamento de Ecovilas. Apostila de Guia de Planejamento de Ecovilas. Ubatuba, 2005.

BÚRIGO, F. L. Moeda Social e a circulação de riqueza na economia solidária. Chapecó: Rede Commodities, 2002.

CECCHETTO, C. T. et al. Ecovilas e Condominios Ecológicos como Alternativas na Habitação Sustentável. Revista Interdisciplinar de Ensino, Pesquisa e Extensão, Cruz Alta, v.2, n.1, 2014.

Cidade Escola Ayni, CULTURA DE PAZ. Disponível em: . Acesso em 12 de mai. 2016.

Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. Nosso futuro comum. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas. 1988.

CONSOLI, N. C.; MILITITSKY, J.; SCHINAID, F. Patologias das Fundações. São Paulo: Editora Oficina de Textos, 2005.

COSTA, André Rosmaninho. Sistema Econômico das Ecovila sob Abordagem da Economia Social. Revista de Gestão Integrada em Saúde do Trabalho e Meio Ambiente, São Paulo, v. 5, n.3, p. 41-48, dez. 2010.

DIAS, F. M.; Rocco, F. A. L. Estimativa de propriedades de resistência e rigidez da madeira através da densidade aparente. Scientia Forestalis. N.65. 102-113p, jun. 2004.

FUSCO, P. B. Os caminhos da evolução da engenharia de madeiras. In: Encontro Brasileiro de Madeira e Estruturas De Madeira - EBRAMEM, São Carlos, São Paulo. v. 6, p. 7-18, 1989.

GARDEN, M. The eco-village movement: divorced from reality. Disponível em: . Acesso em: 02 de jun. 2016.

GASTALDI, Petrelli J. Elementos de Economia Política. 19 ed. São Paulo: Saraiva, 2006.

GILMAN, Robert. Living Together: sustainable community development. In Context. San Francisco: 1991.

GOMES, Rosemary; MANCE, Euclides André. Construindo a socioeconomia popular e solidária no Brasil. Revista Proposta, Rio de Janeiro, n. 93/94, p. 14-17, jun./nov. 2002.

JACKSON, H., SVENSSON, K. Ecovillages living: restoring the Earth and her people. Reino Unido: Green Books, 2002.

LIMA, W. P. Precipitação. Piracicaba-SP: Notas de aula, 2000.

LINDBERG, Kreg; HAWKINS, Donald. Ecoturismo: um guia para planejamento e gestão. 5. ed. São Paulo-SP, Editora SENAC, 2005.

MILLER, G. T.; SPOOLMAN, S. E. Ecologia e Sustentabilidade. Tradução Ez2translate. 6.ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013.

MOLLISON, BILL. Introdução à Permacultura. Tradução de Cássio P. Octaviani. Florida: Yankee Permaculture, 2001.

PONDÉ, L. F. Guia do Politicamente Incorreto da Filosofia: ensaio de ironia. São Paulo: Leya, 2012.

SANTOS Jr., S. J. Ecovilas e Comunidades Intencionais: Ética e Sustentabilidade no Viver Contemporâneo. Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade, 3., 2006, Brasília. Anais. Brasília, 2006.

SINGER, Paul. Economia Solidária: geração de renda e alternativa ao neoliberalismo. In: Proposta– Revista Trimestral de Debates. São Paulo: FASE, 1997.

SOUZA, Márcia de Andrade Sena. Energia e arquitetura: a importância dos padrões de consumo e produção da sociedade frente ao desafio da sustentabilidade. Conferência Latino-Americana de Construção Sustentável, 1.; Encontro Nacional De Tecnologia Do Ambiente Construído, 10., 2004, São Paulo. Anais. São Paulo, 2004.

TAUILE, José Ricardo; DEBACO, Eduardo Scotti. Autogestão no Brasil: A viabilidade econômica de empresas geridas por trabalhadores. In Economia Solidária. Volume 1. Editora EDUFF. São Paulo: 2008.

THOMAZ, E. Trincas em Edifícios: causas, prevenção e recuperação. São Paulo: PINI, 1989.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário

Direitos autorais 2018 Revista FAROCIENCIA

ISSN 2359-1846

Indexadores: